quarta-feira, julho 12, 2006

Hoje é Dia de Festa

Aproximou-se até os dedos dos pés não terem onde se apoiar. Estava descalço, o que era estranho. Algumas pedras deslizaram e, por um segundo, sentiu que o chão lhe fugia. Olhou a medo para baixo mas não conseguia ver onde terminava o precipício. Na verdade, olhando em frente também não conseguia ver onde terminava, uma neblina espessa impedia a visão após não mais que três metros.
Sabia que terminava algures, visto do seu lado esquerdo estar preso um cabo de arame, que se estendia depois neblina afora.
Não sabia como ali tinha chegado nem como de lá sair, sentia apenas que o caminho só podia ser em frente. Mas em frente, só através daquele cabo e, se havia coisa que ele soubesse acerca de si, era que não tinha jeito para equilíbrios.
Após uns minutos de hesitação, colocou um pé no cabo. Reparou que era composto por dezenas de finos fios de aço entrelaçados. Estava gelado.
Uma brisa levantou-se e teve a certeza que iria cair.
Depois, nada.

É incrível a quantidade de tempo que se sobrevive sem termos nada, sem que alguém sinta algo por nós.

Evaristo teve consciência de si. Uma coisa ténue, a principio, quase irreal. Aquele primeiro pensamento do dia não prometia nada de bom.
Manteve os olhos fechados e desejou que não fosse verdade, mas todos os outros sentidos não demoraram a confirmar-lhe as suspeitas: estava acordado.
Recusou ceder à evidência: enquanto não abrisse os olhos, o sol não tinha já nascido, e não lhe entrava no quarto pelas frinchas da janela.
Ignorou a sensação dos lençóis de flanela que há muito deviam ter sido substituídos e a voz da vizinha do lado que, filtrada pela parede, lhe chagava cantando com particular desafino a “Tourada”, do Fernando Tordo.
Virou-se sobre o ombro esquerdo, iria voltar a dormir.

Coçou a perna direita e depois a esquerda. Depois coçou o pescoço e o nariz. Pareceu-lhe ouvir o zumbido de uma melga… detestava melgas. Coçou a cabeça e virou-se sobre o ombro direito. Sentiu comichão num pé, mas não se coçou, já era demais.
Não gostava daquele dia. Aquele em particular. Nunca como naquele dia se sentia à beira do precipício. Não queria sair da cama. Queria dormir.
O gosto ao feijão enlatado com salsichas do jantar da véspera assaltou-lhe o paladar. Incomodou-se.
Fechou os olhos com força. Olhou para dentro de si, tentando ver o seu mecanismo de funcionamento, as engrenagens que o faziam ser quem era e encontrou alguém portador do não-resolvido, cheio de questões irresolúveis. Como poderia alguém sentir algo por ele?
Estava agora a ter pensamentos aleatórios inexplicáveis.

O despertador ligou-se. Surpreendido, abriu os olhos. O sol entrava pelas frinchas da janela e fazia desenhos no tecto.

- Bom diaaaa, são oito horas, nesta linda manhã de 12 de Julho… - anunciou cheio de energia fingida o radialista de serviço.

Evaristo fechou os olhos, detestava que o lembrassem do dia do seu aniversário.

Este Blog faz hoje um ano. Obrigado a todos.

49 comentários:

rafaela disse...

Quando não temos nada não sabemos que precisamos de alguma coisa, só conhece a fome quem já teve o estomago cheio, doutra forma é natural.

Parabens pelo primeiro ano, e somos nós que temos de agradecer.

=)

OvelhaNegra disse...

Todos nós temos dias em que sentimos o chão a fugir debaixo dos pés. Dias em que não nos apetece sentir vivos.
Dias amorfos, vazios de nós.Em que nos sentimos no limbo.
O teu texto está belissimo.
Também eu detesto o dia do aniversário. Incomoda-me o estúpido «parabéns a você.»
Não te dou os parabens pelo ano de vida do teu blog. Dir-te-ei antes: Ainda bem que há um ano tiveste a iniciativa de o construir.
Um sorriso e um beijo*

Inês Diana disse...

Felizmente não tenho problemas com "dias de aniversário"... sejam eles quais forem! ;)
Deve ter a ver com a minha personalidade... :P
Afinal, há sempre algo para comemorar... lol

Parabéns, Rui.
Keep up the good work! ;)

Beijos

ISA disse...

Parabéns!!! e pela parte que me toca, espero pelo menos mais um aninho de histórias fantásticas como as tuas, pode ser? beijos e mts mts parabéns

zeni disse...

Hip, Hip. Hurra! Long Life to the Blog!

Jaqui disse...

@@@->----
Rui, MUITOS PARABÉNS!!!!!!
Beijos grandes e espero que continuemos a contar ;-)

Sofia disse...

Entao parabens Maleficios da felicidade!!!!!!

(Nós até pa semana!)

bjs

Sea disse...

Então um kissssssssssssssss from the SEA :D

alfazema disse...

Será que aqui posso dizer " faço minhas as palavras da ovelhanegra"?
É que não é a primeira, nem será a última, creio eu, que concordo inteiramente com o que ela diz. Será por sermos da mesma geração, será que aqueles anos 60, a década mais brilhante do século XX, fabricou muita gente do mesmo pano?
Olha Rui , o dia 12 de Julho de 2005 deu-te uma ideia brilhante. Continua por aqui a dar brilho à blogosfera. É que és mesmo uma estrela: cintilas, tens luz própria e uma localização bem definida.
Beijos desta alfazema azul que tem esta cor porque gosta do mar e do céu por onde andas. Tudo isto é vida...

crispipe disse...

Então um não parabêns , mas um sim continua por cá.

Canephora disse...

Boa... agora já sabemos que este blog é masculino e se chama Evaristo ;-)

Esperemos que continue, por mais uns tempos por aqui...
estou a gostar.
Mas agora deve estar na altura das histórias infantis... pq haverá alguém qua as vai reclamar... ou ainda não?

Paixão disse...

Sério?! Acompanho-te à menos tempo, mas já com uma dedicação sincera.

Então... Parabéns!!!

(eu tb estou quase a fazer aninhos, mas não me importo nada:))

Beijo

alice disse...

querido rui,

que boa notícia, o aniversário do teu blog, que este seja o primeiro ano de muitos na tua companhia

um grande beijinho e parabéns sinceros, com amizade

alice

legivel disse...

... e até -para ajudar à festa, o telemóvel guinchou aquele sinal robotizado a anunciar a chegada de uma mensagem. Mal-humorado leu "chega à janela que tens uma surpresa para ti!"
Chegou á janela, afastou a cortina e na rua um grupo enorme de amigos e conhecidos segurava uma faixa onde se lia PARABÉNS EVARISTO! O TEU BLOG É UMA CURTE!!.
Acenou timidamente ao grupo e de tão emocionado que ficou, só lhe apeteceu deitar-se a adormecer. Assim aconteceu e apenas acordou quando o telefone fixo tocou; atendeu , perguntou quem era e uma voz familiar disse do outro lado «Sou o Rui, pá! Vê lá se te levantas Evaristo que tens aqui uma fila de gente no blog...

Sininho disse...

Parabéns pelo aniversário do blog.
E como sempre o Evaristo, consegue apanhar nos na leitura de sua estória.

lélé disse...

Parabéns pelo blog mas, principalmente, obrigada por andares por aqui, por nos proporcionares, mais que muito boas leituras, uma super querida e simpática, ainda que virtual, companhia.

Phi@ disse...

Apesar de ser um comment repetitivo deixo os parabéns pelo primeiro aniversário do espaço e agradeço as tuas visitas no meu!! Bxox

Vanda Baltazar disse...

Parabens a voces...
nesta data querida :)


Rui, já disseram tudo, mas faço um brinde : que daqui a um ano todos nós e mail mil, celebremos contigo um novo aniversário!!

um beijinho ao "blog", outro para ti :)

Van

segurademim disse...

PARABÉNS!!!! por tudo... pelo blog, por ti, pelos teus, pelos textos que nos têm deliciado e prendido!!!!

PARABÉNS! e venha lá mais um aninho

o tempo passa e as melgas só se as deixarmos é que nos empurram para o precipício...

beijo Rui, obrigados nós ;)

manhã disse...

Parabéns então! Dizei ao Evaristo que vale a pena sim senhor! Gostamos dele!

inBluesY disse...

ora ora

então boa noite meu caro Evaristo! que giro hehehheee



jokas

Lord of Erewhon disse...

É... os aniversários podem ser lixados!
Parabéns!! :)

virilão disse...

Parabéns, em classe, como sempre
Aquele abraço

A. disse...

lindíssimo Rui.
Os meus Parabêns também.

Uma frase que me tocou profundamente..."é incrível a quantidade de tempo..."

...verdade.é realmente incrível.
sinto na pele.todos os dias essa quantidade que parece não mais ter fim.

Obrg por sua passagem por mim.
volte sempre.eu,cá estarei.

um abraço.grande

Francis ( X ) disse...

Ena Ena, pois é, 1 anito e eu ainda ando por aqui, porque será?
Será do guaraná?

Um abraço

alfazema disse...

e não é que acabei de sair da legível onde deixaste um comentário que é um post? Ai,Rui, Rui como gosto do que tu escreves!
Continua a curtir a escrita, a leitura e ...os amigos.
Beijos

Silvia disse...

"I think it's dark and it looks like rain"
You said
"And the wind is blowing like it's the end of the world"
You said
"And it's so cold
It's like the cold if you were dead"
And then you smiled
For a second

"I think I'm old and I'm feeling pain"
You said
"And it's all running out like it's the end of the world"
You said
"And it's so cold it's like the cold if you were dead"
And then you smiled
For a second

Sometimes you make me feel
Like I'm living at the edge of the world
Like I'm living at the edge of the world
"It's just the way I smile"
You said


Plainsong - The Cure

Brilhante Musica. Brilhante Tu.

Akasha disse...

Ora então Parabéns, que venham muitos mais celebrados em conjunto que cá estaremos para festejar enquanto assim nos abençoares :)

Sejam posts simples ou contos, é sempre agradável ler o que escreves.

Bjnhs

Mipo disse...

Parabéns! (ao Evaristo e ao blog!)

Carla disse...

Muitos Parabéns Rui (atrasados)!
Que nos continues a deliciar com estas historias tão bem contadas como so tu sabes fazer....

Paty disse...

Ruizito,
Parabéns! Parabéns pelo blog, parabéns pela escrita, pelas coisas que nos dás a ler, pelos sentimentos que nos transmites e a forma como o fazes tão bem...
Obrigado pela partilha :)
Desejos de boas continuações, com entrevalos maiores ou menores, com pausas inesperadas, com faltas de muito boa imaginação :D
Continua...
Beijinhos e desejos de felicidades ao blog e ao autor claro :)

Teresa Durães disse...

(um dia depois)

Parabéns Rui!

Cof! Eu quase jurava que tinha passado cá ontem.... Mas diz aí 11:38...... por isso, enganei-me!

E que a imaginação continue!

Teresa Durães disse...

P.S. Sem melgas

alice disse...

querido rui,

agradeço as tuas palavras e desejo-te um óptimo fim de semana

beijinhos

alice

butterfly disse...

Entao Parabéns!!!
Obrigada pela tua partilha...
Beijinhos!!

longedemais disse...

Rui, parabéns pelo 1º aniversário deste maravilhoso livro aberto! Nunca deixes de partilhar os teus personagens, as suas aventuras... Poder ler a vida assim descrita, assim reescrita, é um presente para todos nós! Um beijo doce para ti e para os teus pequenos!

Martuxa disse...

Parabéns a você
=D
Sorrisos

Isa&Luis disse...

Nem todas o serão...
Um abraço
Luis

Vanda Baltazar disse...

Acordou sentindo no estomago a ausência do jantar da véspera...

não pela fome, mas pela iguaria doce, que decerto, teria sido :))

um beijo de bom fim de semana!!

Van

segurademim disse...

beijo Rui

Spiritman aka Bacardiman disse...

Com tanta sensibilidade, e nao tendo lido o livro da cinha, mas de facto toda essa alma se encaixa no belo do cancer! Nunca tinha vindo ao teu blog, escreves e expressas bem de facto, mas já suspeitava, nao sei pq! Já suspeitava! Lool! Lool!

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!!!

Nota: O outro blog é:
www.margens-margens.blogspot.com

Teresa Durães disse...

Hum... mas a festa do blog já acabou há imenso tempo!!!!!!

(e isto tudo na mesmíssima)

Anda por aqui uma Ave a espreitar, a espreitar e nada nadica...)

Acorda!!!!!!!!!!

Quero ler mais!!!!!

Medusa Azul disse...

...precisamente quando ia reclamar uma tacinha de champanhe percebi que estou um pouco fora de tempo..

os meus atrasados mas sinceros Parabéns!!! :)

Vanda Baltazar disse...

Bom mas isto é um aniversário tipo casamento cigano que dura uma semana???? :))

...é que se assim for vou já buscar a minha saia rodada, as minhas argolas e sento-me em frente à m/bola de cristal, para ver onde é a festa :))


Adorei a tua estória :)) São todas bem vindas :))

Quem diria :)) o menino sempre tão "comedido" nos comentários :))

Quero mais, posso???

beijos

Van

É assim mesmo :))

lazuli disse...

parabens. Mas parabens digo sempre que te leio, como este texto com que nos maravilhas o olhar e os sentidos.

um beijo

Salvador disse...

Parabens amigo,
mereces
Adoro o q escreves

Sofia disse...

Parabens a você
Nesta data querida
muitas felicidades
muitos anos de vida
Hoje é dia de festa
cantam as nossas almas
ao menino Ruizinho
Uma salva de palmas.

;)))

bjs e feliz dia

Dani disse...

Imperdoável não ter deixado uma mensagem de parabenização no aniversário do teu blog. Mas deixo-a aqui agora, com atraso, mas sem que esse atraso signifique desinteresse.
Parabéns por um anos a fazer-nos sonhar. Que a veia jamais se esgote.

Um abraço

Jaqui disse...

...há uns dias o teu blog fazia 1 anito, hoje és tu que fazes 25, hehehehe ;-)
MUITOS mas MUITOS Parabéns Amigo nesta data Especial.
Bjs e Felicidades!