quarta-feira, dezembro 28, 2005

Final de Ano

Fique desde já o(a) leitor(a) ciente que este post está crivado de apartes.

Esta manhã alguém me disse: “mais um ano, hein”? referindo-se ao facto de mais um ano estar a terminar.
Sorri e, encolhendo os ombros, disse que sim. Não fui capaz de dizer mais nada mas fiquei a pensar para comigo que, fosse ele pessimista como eu, teria dito de outra forma: “menos um ano, hein”?
É como a história da garrafa estar meio cheia ou meio vazia. Se é verdade que mais um ano passou, também o é que menos um ano falta para ser desfrutado.

Mas descanse o(a) amável leitor(a) que este post não é para o(a) deixar melancólico ou triste. Para stress e sentimento de angústia, já chegou o Natal – sim, que há quem ache o Natal stressante e angustiante.
Nada disso, este post serve para manifestar alguma incompreensão para com a celebração da passagem de ano – descansem que não é para fazer nenhum balanço do meu ano… se bem que lá para o final, desconfio que não resista a um ligeiro abano.

Se pensarmos bem, esta ocasião que se aproxima – a passagem de ano -, é das poucas celebrações verdadeiramente universais, que todo o planeta celebra. Cada qual à sua hora, é certo, mas todos a festejamos (bem sei que outras religiões têm o seu calendário próprio e que o dia de passagem de ano não coincide mas, aproveitando o balanço da maioria e o facto de não ser uma celebração religiosa, todos acabam por festejar esta passagem de ano, ainda que de uma maneira mais comedida).
Ora, sendo uma celebração universal, é a única (?) em que não se celebra nada de concreto: não nasceu ninguém, não morreu ninguém, não houve nenhum acontecimento naquele dia em anos passados, nada! Celebra-se uma convenção que algumas pessoas estabeleceram para melhor orientarmos as nossas vidas.
Alguém, um dia, decidiu estabelecer um calendário que, por força das circunstâncias, determinou um momento aproximado em que mais uma órbita do planeta é completada à volta do sol – e, quando em 1582 se percebeu que as contas estavam mal feitas e o ano não tinha 365 dias + 6 horas, não custou nada obliterar 10 dias (salvo erro) aquele ano… afinal, tratava-se apenas de uma convenção.
Mais, as zero horas de dia 31 de Dezembro nem correspondem ao mesmo local da órbita, ou seja, o planeta não está exactamente no mesmo local do ano anterior – é que o ano não são os 365 dias exactos.
Já agora, só mais uma coisinha: 2005 vai ter mais um segundo, o último minuto do ano vai ter 61 segundos, não se deixem enganar pelas contagens decrescentes que por aí andam, façam saltar a rolha do espumante à hora certa (podem ficar a saber porquê, aqui).

Isto tudo para propor uma troca, a celebração da passagem de ano às 0h00 do dia 31 de Dezembro de cada ano, por duas: a celebração dos solstícios e dos equinócios.
Sempre era a celebração de algo concreto: do dia mais longo e mais curto do ano. Ou seja, trocava uma festa por duas. Ficávamos a ganhar, ora pensem lá bem: mais umas pontes e tal… em Junho, então, ia ser um festival de feriados… (e também sei que há muitas pessoas a celebrar estas datas, mas não se pode comparar os seguidores de crenças e cultos pagãos com a generalidade da população mundial).
Acho que havia aqui grandes benefícios.

Agora o tão temido balanço, ou abano, que foi como lhe chamei: quanto à minha vida pessoal vou poupá-los a isso, descansem; quanto aqui ao Blog, só quero dizer que tem sido uma descoberta… de mim mesmo e de muitas pessoas a escrever muito bem. Queria ainda agradecer a todos as palavras amáveis.

Que 2006 seja o melhor ano das nossas vidas.

30 comentários:

Anónimo disse...

E para ti tambem Ruizinho! Que 2006 seja um ano em cheio!!!!

beijos
ss

th disse...

olha é tudo relativo, é tudo relativo, que cada segundo, cada momento seja um bom momento...
vivamos cada inspiração-expiração de maneira feliz.
Tudo do óptimo para ti! th

Sara MM disse...

Eu, por mim, festejava só o Solestício de Verão :) até porque nem sequer gosto de passas ;o)
BJs

Sara MM disse...

Bom ano!
... para o Blog, claro, que de ti não se sabe nadica ;o)

Anónimo disse...

Que texto engraçado este saiu... Também eu fico sempre a pensar no tal do "mais um ano"... porquê mais um, bolas, se eu sinto que é menos um!? menos um dia, menos uma semana, menos um aniversário... A do calendário achei-a fabulosa tb; já reparaste que é "dever" hj em dia, retirar tudo o que ligue um local civil à religião católica, mas por muito que queiram passarão o resto dos seus dias regidos por um calendário cristão? eheheheh rio-me sempre que me deparo com situações dessas. Acho engraçado este mundo ocidental, tão moderno, tão democrático, proibir um crucifixo ou simples x-mas carols, e escrever todos os dias uma data com origem na bula Inter Gravíssimas do Papa Gregório XIII... Qto aos solestícios, concordo plenamente :) e qto a 2006, não podia dizer melhor... que seja o melhor ano de sempre!

Fiquem bem!

LD

GrimRipper disse...

Brindo a isso... que 2006 seja cheio... cheio de blogs, cheio de amigos, cheio de textos, cheio de vida, cheio de amigos, cheio de boas coisas, cheio de muito carnaval, cheio de amigos... pos estou a repetir-me... mas essa devia ser a nossa contagem principal por cada ano, os amigos...
e já agora... um excelente fim de ano e tenham cuidado no regresso... e que venham cheios de coisas novas para nós...

Martuxa disse...

K seja bom recheado de tudo k nos faz sorrir e alegrar!!!!
Sorrisos e beijitos
=P

virilão disse...

és lindo! se não fosses já casado...

Pelo sim pelo não, trás as passas, um relogio certo e a boa disposição e paciência do costume.
Cá te espero!
PS: não tragas as brasileiras que as titulares tb vêm. ;-)

lalisca disse...

Oh Ruizito, menos um ano??????
Téla isso hã????
Que o teu festanço seja de arromba
DORUT

Jinhus
Com carinho
Ana

Anónimo disse...

..."Que sejamos como um raio de sol, que mesmo penetrando nos abismos mais profundos, deles, sai tão puro como entrou" (J.C.Scuden) Rui desejo-te um Ano Novo 2006 em cheio, adorei conhecer este teu cantinho e a tua veia multifaceta na escrita :-) Farei muito gosto em continuar a ler-te. Beijos e abraços da Jaqui e do Scott.

Lagoa_Azul disse...

Diria mais, que 2006 seja o primeiro ano do resto de de todos os outros...
Quem marca o compasso do tempo somos nós, apesar de vivermos na ilusão de que é o tempo...
Magnificos dias para ti depois de 31 Dez de 2005 ;)

Beijos.

segurademim disse...

Muitas felicidades Rui, que tenhas umas boas entradas em 2006 e que o novo ano, seja de facto o melhor da tua vida

Beijo Feliz Ano Novo

Gina disse...

Há anos e anos, uns mais outros menos importantes, o ke está a acabar teve a maior importancia, amigo. Fiz os melhores amigos ke alguma vez pensei ser possível, neles incluo alguns ke konheces, a ti fiko-te grata por seres meu amigo e por teres despertado em mim o bichinho, o prazer de escrever adoro-te amigo.
Que no próximo alcances tudo o ke desejas, e sobretudo sejas feliz.
Beijo

Meia Lua disse...

Um óptimo ano para ti. E por mim, trocámos já as festas!!!!
beijinho

@ disse...

É sempre um dilema saber como está a garrafa se meio vazia, se meio cheia... Mas acho que se pode ajudar ou bebendo o conteúdo ou adicionando mais. As incertezas dão cabo de mim.

Bom Final de Ano.

Mónica disse...

Oi, 2006!!!

Olá Rui, é claro que 2006 vai ser em grande, pelo menos aqui na blogosfera...

Aqui nos encontramos a nós próprios e o mundo que nos rodeia. Aqui...

Um estrondoso 2006 e que seja este o ano da concretização de todos os teus sonhos.

Beijo
:)

Afrodite disse...

Deliciei-me (ainda que triste, por vezes) com os teus relatos.

Podes crer que voltarei!
Até lá....

Um bom e feliz-todos-os-dias-meses-e-anos para ti!
Deixei-te na minha casota um aviso, um conselho e um miminho.
Faz o favor de os ir buscar!

§(~_~)§ beijo da Afrodite
(uma carinha d'anjo num corpo espectacular, com tudo no sítio, muito dentro do prazo, sem aditivos nem silicones)

BloodyMary disse...

E brindo a isso!

Que te inspires neste novo ano para novas histórias e que entres em 2006 com os dois pés direitos**

Margarida Atheling disse...

Por acaso já tenho pensado nisso!

Que o próximo seja o mais feliz de sempre, mas só até aqui!

Bom Ano!

butterfly disse...

Venho desejart-te um óptimo 2006 também...cheio de alegrias,sorrisos e sonhos reais...Que este ano seja realmente o melhor das nossas vidas,repleto de coisas boas!!

Beijinhos!!

legivel disse...

O melhor não deverá ser (não. não sou pessimista; sou realista) porque desses já os tive em conta razoável e não quero o melhor só para mim. Gosto de ver o pessoal satisfeito e por esse motivo, de quando em vez, dispenso "uns anos bons" a quem nunca os teve.ehehehe.


Um óptimo dois mil e seis!

Afrodite disse...

Os meus desejos (e conselhos) para 2006 estão na minha casota.
Vais buscá-los? São para ti.

§(~_~)§ beijo da Afrodite

lazuli disse...

Mais um ano, pois. É uma questão de copo, realmente. Decidi pôr aqui estas palavrinhas, pois costumo ler este blog mas calada que nem um rato.
Um beijinho:)

Mipo disse...

um valente 2006 para ti! Se não for o melhor ano, que seja muito bom! (aceito a proposta da troca. Mais festas e feriados - venham eles!)

Claudia Perotti disse...

Querido,

Tenha um ano de 2006 repleto de felicidade!

Beijosssssssssssss

Vampiria disse...

Bem como os próximos anos que estes sejam sempre melhores e melhores e melhores, um beijo!

Francis ( X ) disse...

Bom Ano

Um Abraço

Francisco

Vanessa disse...

Sendo "o melhor das nossas vidas", significa que vou passar os restantes anos com saudades de 2006...não está bem!
Eu prefiro acreditar que 2006 será apenas o inicio de uma sequência de melhores anos (sim , já deves ter lido isto antes) para todos nós ;)

Da kukolandia salpicam os desejos de um Muito Feliz (sei que vai ser) Ano Novo :D

Vanessa disse...

PS: Venham os feriados!! ;)

gala disse...

partilho do teu cepticismo em relação á passagem de ano...escrevi sobre isso lá no trocas ... o teu blog tem ke ser lido suavemente absorvendo todas as palavras. e tenho ke colocar a leitura em dia tb. passei por aki em tempos idos e agora regressei...regresso sempre onde me sinto bem :)