terça-feira, agosto 02, 2005

Não Me Posso Esquecer

Há pouco, sem razão aparente, lembrei-me da minha amiga Teresa.
Lembro-me muita vez dela.
A Teresa faleceu em Janeiro de 1997, com 25 anos. Cancro.

Conhecemo-nos em 1989, calhámos na mesma turma e desde os primeiros dias que se criou uma amizade entre nós. E essa amizade foi resistindo ao passar dos anos. Se não nos víamos com frequência, pelo menos por telefone íamos mantendo a conversa em dia.
Tratávamo-nos por “mano” e “mana”. Ela era a irmã que não tive e eu era o irmão que ela não teve.

Ela foi a minha primeira grande amiga. Foi a primeira não só a olhar mas também a ver.
Era alguém com uma atitude muito positiva perante a vida, divertida, alegre, sempre com um sorriso. Perto dela não havia tristezas.
Mas há pouco, ao lembrar-me dela, interroguei-me se ela sabia o quanto eu era seu amigo.
Acho que todos gostamos que gostem de nós. Faz-nos sentir bem ouvir dizer “gosto de ti”, saber que as pessoas se lembram de nós, receber uma manifestação de amizade, de carinho.
Quando teria sido a última vez que disse à Teresa que gostava dela?
Não sei.
Ela escondeu a gravidade da doença e nos últimos tempos sei que não lhe disse.
Espero que ela o soubesse.

E quando foi a última vez que o disse às pessoas de quem gosto?
Temos a terrível tendência para nos preocupar com coisas que não são assim tão importantes, de nos esquecermos das coisas que realmente significam algo para nós.
Não me posso esquecer de dizer isso às pessoas de quem gosto. Para elas não é tarde.

9 comentários:

Francisco ( X ) disse...

Eu tambem tenho a mania de gostar de quem gosta.
Um abraço

Anónimo disse...

Não há prazer maior na vida do que ouvir alguém dizer-nos 'gosto de ti'... talvez exceptuando o prazer único de nos entregarmos, quando dizemos 'gosto de ti'. A entrega de amor, de amizade, dão-me sempre imensa paz.
LD

Anónimo disse...

Sabes que mais Rui?
Gosto muito de ti.
Um beijo daqueles.

Anónimo disse...

Beijo vzinho :) também gosto muito de si. Por falar nisso... Inda não lhe paguei os ovos que lhe pedi emprestados na outra noite... xii a idade nã perdoa mesmo... ;) (VizinhaDaPortaAolado)

Rui disse...

Deixa lá isso vizinha. A pedrês até já pôs mais uma dúzia deles. Sempre que precisar peça.

Anónimo disse...

;)

beijos ss

C. disse...

Daqui longe
Vejo-te bem perto,
quando te leio
em letras soltas e presas
quando te ouço
em palavras de cristal
sons simples como águas
de riachos límpidos

Daqui longe
há um desejo
que abrevia o tempo
que reduz o espaço
mas que não avança...
há uma imensidão que nos afasta
e algumas teclas que nos unem...
Daqui longe
um beijo
com sentido!

C

Anónimo disse...

Tony carreira e o maior grande cantor e grandes musicas tudo ali muito bem trbalhadinho
uma grande fenomeno da musica

Rui disse...

É grande em Covas do Monte, o Tony. :))